Reprovação em exame escolar leva jovens ao suicídio na Índia


Foto: BBC
 No estado de Telangana na Índia, foi realizado um exame escolar para selecionar candidatos para vagas no ensino superior. As provas foram realizadas por 970 mil candidatos em todo o estado. Após a divulgação dos resultados, verificou-se que 320 mil candidatos tinham sido reprovados.
Houve protestos por parte de pais e estudantes com relação ao resultado das provas. Um grupo de defesa dos direitos da infância entrou com ação junto ao tribunal superior do estado pedindo revisão das provas.
A empresa responsável pela execução do exame admitiu o erro e a correção foi refeita. Através da revisão descobriu-se que 1.137 alunos que haviam reprovado, na verdade tinham sido aprovados no exame. O pior de tudo foi que durante os protestos surgiram informações que 23 alunos reprovados no exame, haviam cometido suicídio.
Apesar de tudo o Conselho Estadual de Educação diz não acreditar que os atos de suicídio tenham ligação com resultado das provas. É comum nessa região jovens verem a aprovação nesse exame como um passaporte para um bom emprego no futuro, após a conclusão do curso superior. Isso causa maior competitividade entre os estudantes e também provocam a não aceitação de uma reprova.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem