Edutubers: a nova geração de professores

Ferreto Matemática
A nova geração de professores que ensina utilizando uma metodologia que se aproxima mais do aluno, já é destaque nos canais do Youtube. 
Os professores youtubers ou edutubers são famosos nas redes sociais e já têm seus fã-clubes.
As aulas são ministradas através de canais com até 5 cinco de visualizações  por mês.
Com essa nova forma de ensinar os edutubers, conseguem um rendimento mensal que chega até R$8.400 por mês, através de rendimentos pagos pelas publicidades do Youtube, enquanto o piso salarial de um professor de escola pública, em São Paulo, é de R$2.455. Nas escolas particulares paulistas para dar aulas no Ensino Médio, um professor recebe menos de R$6.000.
E o sucesso não pára por aí. Os novos personagens do ensino faturam com a venda de cursos online, posts nas redes sociais e também ministram aulões em colégios e empresas.
De acordo com Noslen Borges de Oliveira, que possui um canal de português e literatura com 2,4 milhões de inscritos, a sala de aula ficou obsoleta. Na nova forma de ensinar o aluno pode voltar, pausar, ouvir de novo a explicação quando não entende.
Daniel Ferretto que é matemático, após ser aprovado num concurso para papiloscopista da Polícia Federal, resolveu montar um estúdio e gravar aulas de matemática. Atualmente seu canal conta com 2,2 milhões de inscritos.
Dezessete pessoas fazem parte de sua equipe de gravação. 
De acordo com pesquisas do próprio Youtube, nove entre dez estudantes usam os canais de vídeo-aulas para pesquisarem conteúdos.

Fonte: UOL

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem