Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares será implantado em 2020

escola cívico- miliatr
Governo Federal quer 216 escolas cívico-militares até 2023
Foto: Dênio Simões / Agência de Brasília
O presidente Jair Bolsonaro assinou ontem (5), o decreto para regulamentação da adesão ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares.
O projeto será implantado no primeiro semestre de 2020. Os Estados e o Distrito Federal têm até o dia 27 de setembro para indicarem duas para fazerem parte do programa. Para participarem as escolas precisam ter de 500 a 1.000 alunos, nos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao  9º Ano).
A intenção do governo é implementar esse modelo em 216 escolas até 2023.
Em escolas cívico-militares a disciplina é rígida, sendo que os alunos utilizam um uniforme como se fosse uma farda, e um casquete que é uma boina parecida com àquelas utilizadas pelos soldados da Aeronáutica. Tatuagens são proibidas. As meninas usam cabelos presos ou em forma de trança. Para os meninos o cabelo deve ser curto. O namoro é proibido nas dependências da escola.
Escolas localizadas em regiões com situações de vulnerabilidade social e baixo IDED terão preferência para adesão.
Veja mais no vídeo:
  
Fonte: Exame / MEC

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem